Criança e Consumo incentiva mobilização de professores para organizarem Feira

twopstrip_486407_0_web

Programa do Instituto Alana oferecerá, pela primeira vez, um treinamento online e gratuito, em setembro, para interessados em realizar uma edição da “Feira” nas suas escolas

Qual a sensação de ver uma criança abraçando outra ao desenvolver o valor do compartilhamento em um momento como a troca de um brinquedo com outra criança? Pensando em promover a cultura da troca e estimular os questionamentos sobre o consumismo na infância, tão estimulados em datas como o Dia das Crianças, o programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, propõe aos professores e professoras de todo o Brasil uma sugestão criativa para celebrar a data este ano: realizar uma Feira de Trocas de Brinquedos, uma maneira engajada e divertida de lazer que envolve reflexões sobre consumismo, estimula colaboração, socialização e criatividade entre as crianças e ainda possibilita que elas deem novos significados aos seus brinquedos.

Para ajudar educadores e educadoras a se tornarem multiplicadores dessa ação em suas escolas país afora, o Criança e Consumo promove, pela primeira vez, um treinamento online gratuito, para explicar como organizar a Feira no mês das crianças. Para isso, é preciso fazer uma inscrição online no site da Feira até o dia 31 de agosto. Após esse período, os inscritos receberão um link para realizarem a formação à distância. Nela, será possível saber mais sobre como funciona a iniciativa e quais são as reflexões propostas, a partir de conteúdos que incluem aulas virtuais com especialistas; passo a passo para organizar a brincadeira; materiais de apoio para a comunicação, mobilização e condução do evento, além do compartilhamento de contatos – tanto de voluntários quanto de outros organizadores – visando fortalecer e potencializar o movimento.

“Especialmente no período que antecede o mês de outubro, o público infantil é ainda mais impactado por publicidades dirigidas que estimulam o consumo exacerbado, por isso, incentivamos a realização das Feiras de Trocas de Brinquedos. Esses encontros, além de uma alternativa sustentável de lazer, são oportunidades de apresentar novos hábitos às crianças e esse é o contexto ideal par ensiná-las que trocar pode ser, e é muito mais divertido do que comprar”, explica JP Amaral, estrategista de mobilização do programa Criança e Consumo.

Vale lembrar que a Feira de Troca de Brinquedos pode ser realizada durante todo o ano e em outros espaços além das escolas, como no quintal de casa, parques públicos ou quaisquer outros espaços coletivos. Pais, mães, responsáveis, vizinhos, entre outros grupos, também podem se engajar e participar da ação. Para saber como organizar a sua Feira de Trocas de Brinquedos, comunicar a realização da atividade em sua cidade ou saber a programação de agendamentos, o Criança e Consumo disponibiliza em seu site informações e materiais de apoio para divulgações.

Sobre o Criança e Consumo
Criado em 2006, o programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, atua para divulgar e debater ideias sobre as questões relacionadas à publicidade dirigida às crianças, assim como apontar caminhos para minimizar e prevenir os malefícios decorrentes da comunicação mercadológica.

Sobre o Instituto Alana
O Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, como a SM pode te ajudar?