Ninar o bebê: conheça mais sobre este ato

mae-bebe-recem-nascido-colo-1417809763504_956x500

Saiba qual a importância do gesto, porque as crianças recorrem a ele e como deve ser no momento de dormir

 

Você sabe por que o filho busca pela mãe no momento de adormecer ou relaxar? Christine Bruder, psicóloga, psicanalista afirma que é natural a criança buscar por sua mãe nos momentos de relaxamento, para se sentirem seguras e acompanhadas. “Os bebês menores estiveram dentro da barriga da mãe, ouvindo uma sinfonia de ruídos dentre eles a voz dela, portanto, é natural que busquem pelo movimento, colo e companhia da mamãe para adormecer ou relaxar ou simplesmente para se sentirem acompanhados”, conta.

Os bebês maiores também não ficam de fora, pois pela experiência já sabem que o colo representa proximidade emocional, proteção e acolhimento. “O colo é uma busca saudável, que deve ser atendida sempre que possível”, complementa a psicóloga.

É costume relacionar o ato de dar colo ao bebê com o fato dele se tornar mal acostumado e mimado, mas esta é uma ideia equivocada, pois o colo faz bem, não vicia e em alguns hospitais do mundo já é considerado um tratamento. Ao dar o colo para a criança significa que você é disponível física e emocionalmente a ela. “Colo faz bem ao bebê,  significa intimidade, confiança e alimentação emocional para o bebê. Dar colo quando a criança pede significa que o adulto é disponível física e emocionalmente. Colo não faz mal nem vicia, essa é uma ideia ultrapassada e equivocada”, conta Christine.

Na hora de dormir, o ato de ninar a criança é uma forma de ensiná-la a se acalmar e relaxar para então pegar no sono. “É interessante ninar o bebê e colocá-lo no berço calmo, relaxado, mas ainda acordado, assim ele tem condições de adormecer sozinho. Deixar um bebê calmo e sereno no berço para aprender a adormecer sozinho é saudável e funciona bem com muitas crianças. Outras crianças precisam aprender a se regular com o adulto, no colo do adulto, até poderem fazer isso por si mesmo”, afirma Christine.  Para as mamães, o gesto estreita ainda mais a relação com seus pequenos.

 

Fonte: Christine Bruder, psicóloga, psicanalista e fundadora do Primetime Childs Development  / Primetime Childs Development 

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, como a SM pode te ajudar?